A exemplo do que ocorreu nos países árabes e mais recentemente na Espanha, o povo grego também decidiu ocupar as praças públicas em protesto. Alan Woods analisa esse movimento a partir de um ponto de vista marxista.

Por ocasião do 50º aniversário da Comuna de Paris, em 1921, Leon Trotsky escreveu este brilhante artigo à luz da então recente Revolução Russa de 1917 e da posterior Guerra Civil da qual saiu vitorioso o Exército Vermelho comandado pelo próprio Trotsky.

Neste artigo, Alan Woods analisa os atuais acontecimentos na Espanha a partir do contexto da crise global do capitalismo e como continuidade de suas análises que já previam o que se desenvolve hoje no velho continente.

Para onde quer que olhemos, dos EUA passando pela Europa até o Japão, vemos crise e revolta. Isso reflete a luta global do capitalismo para se reerguer da recente queda e mostra que o marxismo tem razão em afirmar que este é um sistema pautado por crises.

Neste novo artigo, Alan Woods analisa as inconsistências e contradições presentes nas diferentes versões apresentadas pela Casa Branca sobre o assassinato de Bin Laden e põe a nu os argumentos de legítima defesa dos EUA.

“Uma nulidade de meia-idade, um fracasso político superado pela história e por milhões de árabes exigindo liberdade e democracia no Oriente Médio morreu ontem no Paquistão. E, então, o mundo enlouqueceu!” (Robert Fisk, 03 de maio de 2011).

Upcoming Events

No events found