Portuguese

Neste artigo, escrito pelos camaradas da Socialist Revolution, seção da Corrente Marxista Internacional (CMI) nos Estados Unidos, discute-se a necessidade de construção de uma organização revolucionária dos trabalhadores na luta pelo socialismo. No caso específico dos Estados Unidos, os camaradas procuram demonstrar a urgência de construir um partido de massas totalmente independente dos dois grandes aparatos do imperialismo: os partidos Republicano e Democrata. Criticando a política defendida pelo Socialistas Democráticos da América (DSA), organização ligada ao Partido Democrata, os camaradas da Socialist Revolution procuram discutir e demonstrar o papel da vanguarda

...

A situação em Cuba é grave. No domingo, 11 de julho, houve protestos em diversas cidades e povoados de Cuba que tiveram, como não podia ser de outra forma, grande cobertura na mídia internacional. De onde vieram estes protestos? Qual o seu caráter? Como os revolucionários devem responder?

Há um século, em 1º de julho de 1921, o Partido Comunista Chinês foi fundado. Começou como um partido revolucionário genuíno liderado por quadros dedicados e heroicos, mas veio abaixo ante a trágica derrota na revolução de 1925-27. Hoje, o PCCh é um instrumento de dominação capitalista, mas sua história inicial está repleta de lições inspiradoras e de advertências para os revolucionários de hoje. Para saber mais sobre a Revolução Chinesa, indicamos a leitura dos artigos “China e sua história revolucionária” e “...

O presidente haitiano Jovenel Moïse foi assassinado esta manhã em sua casa por homens armados não identificados. Até o momento, não está claro quem realizou esse ataque ou com que fim. Com o país mergulhando diariamente em uma crise cada vez mais profunda, existe agora a possibilidade de uma intensa luta pelo poder entre vários atores, incluindo o primeiro-ministro, os tribunais, bem como as forças armadas e até mesmo as poderosas gangues do Haiti. O fato é que Moïse, um presidente corrupto, autoritário e de direita, originalmente apoiado pelo imperialismo norte-americano, ficou cada vez mais isolado, e muitos grupos diferentes teriam interesse em sua remoção do poder.

O Paro Nacional colombiano esteve de pé por dois meses. No auge, 23 cidades em todo o país testemunharam revoltas contra o governo de Ivan Duque – um presidente visto por muitos como um fantoche do ex-presidente Álvaro Uribe. Centenas de milhares de trabalhadores e jovens bloquearam as estradas e marcharam pelas ruas de cidades como Bogotá, Medellín, Cali e Barranquilla.

Existem muitas ilusões em Joe Biden, inclusive à esquerda. Mas, embora possa não ser tão abertamente racista e cruel como Donald Trump, Biden não é amigo dos trabalhadores. Ele representa o mesmo sistema opressor e brutal do capitalismo dos Estados Unidos, assim como seu predecessor. Neste artigo, respondemos a oito mentiras sobre o “Tio Joe”, o principal representante do imperialismo dos EUA.

Publicamos aqui a transcrição editada da introdução de Jorge Martin, membro da Corrente Marxista Internacional, à Escola Latino-Americana de Formação Política, em 28 de maio de 2021. Ele analisa a situação na América Latina, submersa na pandemia da Covid-19 e na crise capitalista, e as explosões sociais em vários países como resposta das massas. A palestra analisa questões como a da palavra de ordem da Assembleia Constituinte, o balanço dos “governos progressistas” e o papel da juventude e das mulheres no movimento revolucionário que percorre o continente....

O primeiro turno das eleições regionais francesas viu a maior taxa de abstenção da história da Quinta República, com 66,7%. Entre os menores de 35 anos de idade, a abstenção foi de cerca de 84%. Foi da mesma ordem nas camadas mais pobres e oprimidas da população. Este é o principal resultado da primeira rodada. É uma expressão da crise de regime do capitalismo francês, embora longe de ser a única.

Hoje um trabalhador imigrante na Itália da organização Si Cobaso foi morto em um piquete de greve, atos de solidariedade estão sendo convocados e a ideia da necessidade de uma greve geral aumenta. A seção italiana da CMI, Sinistra Classe Rivoluzione(Esquerda, Classe, Revolução) participará da marcha de amanhã, 19 de junho, em Roma, e adere à todos os outros protestos contra este assassinato. Abaixo reproduzimos o comunicado público da nossa organização sindical na Itália.

Por todo o mundo, os jovens estão na linha de frente das lutas contra a exploração, a opressão e a repressão. O capitalismo não oferece qualquer futuro para a nova geração. Só o socialismo pode proporcionar um caminho a seguir.

Este artigo cita fontes primárias que contêm insultos raciais, totalmente explícitos. Tomamos a decisão de incluir essas citações na íntegra para apresentar uma representação real e gráfica do veneno racista que permeia os Estados Unidos até hoje.

Após onze dias do bombardeio implacável a Gaza – que matou mais de 240 palestinos (quase metade dos quais eram crianças e mulheres) e deixou milhares gravemente feridos –, Israel finalmente concordou com um cessar-fogo. O bombardeio causou o deslocamento de 75 mil pessoas. Suas casas foram destruídas e graves danos foram infligidos à infraestrutura essencial: escolas, hospitais (incluindo o único centro de vacinação e teste para Covid-19), eletricidade e abastecimento de água potável. A população de Gaza pagará por muitos anos um alto preço pelo ataque de Israel.

Faltando poucos dias* para o segundo turno das eleições presidenciais no Peru, Pedro Castillo tem apenas uma vantagem muito estreita sobre sua rival, Keiko Fujimori. A eleição revela a enorme polarização política no país andino, que foi devastado pela pandemia da Covid-19.

Confira a última parte do artigo de Yola Kipcak, da seção austríaca da Corrente Marxista Internacional (CMI), sobre a Teoria Queer.

A Teoria Queer é compatível com o marxismo? Pode haver algo como um “marxismo queer”? Yola Kipcak, de Viena, responde que “não” e explica porquê.