O sofrimento do povo do Paquistão é largamente desconhecido no Ocidente. Uma cortina de silêncio foi cuidadosamente montada em relação ao número de pessoas mortas a cada dia por drones [aviões não tripulados] americanos e assassinos talibãs. Mas, recentemente, um pequeno canto da cortina foi levantado em consequência de um acontecimento particularmente assustador. Ontem, Malala Yousafzai foi brutalmente baleada por bandidos quando voltava da escola e ia para sua casa. Assassinos mascarados detiveram um ônibus cheio de crianças aterrorizadas, identificaram-na e a balearam a curta distância na cabeça e no pescoço.

De uhyrlige forhold, som pakistanerne lider under, er i høj grad ukendte i Vesten. Der er tavshed omkring de mange, der hver dag bliver dræbt af amerikanske droner og mordere fra Taleban. Men det modbydelige drabsforsøg på en ung aktivist, der sympatiserer med den marxistiske tendens, har løftet lidt af sløret for barbariet