Nas últimas semanas, centenas de pessoas inocentes foram detidas pela polícia de Montreal, mesmo não tendo cometido nenhum crime. É muito claro que esta é apenas a mais recente tentativa do Estado de amedrontar os trabalhadores e jovens que demonstram oposição à agenda da classe dominante. Mas, ao fazer isso, eles estão jogando um jogo muito perigoso, correndo de risco de destruir o véu que é a democracia burguesa.