El pasado miércoles 7 de noviembre a las diez horas con treinta y cinco minutos, se suscitó un sismo de 7.2 grados en la escala de Richter en Guatemala. Los estados más afectados fueron Quetzaltenango, Quiché, San Marcos, Huehuetenango, Sololá, Totonicapán, Retalhuleu y Suchitepéquez; estos han sido declarados por el Gobierno de Guatemala en estado de Calamidad Pública con la finalidad de hacer más eficiente la ayuda que se les proporcionará.

Quando se examina a história, esta não parece ser outra coisa além de uma grande massa de contradições. Os acontecimentos se perdem em um labirinto de revoluções, guerras, períodos de progresso e decadência. Os conflitos entre as classes sociais e entre nações se movem no caos do desenvolvimento social. Como é possível entender e explicar estes fatos, quando não parecem ter base racional alguma?

No dia 4 de Outubro forças do governo guatemalteco atacaram uma manifestação de indígenas matando oito manifestantes. Milhares bloquearam a estrada pan-americana para protestar contra o aumento das tarifas de energia elétrica. Embora os soldados responsáveis pelas mortes tenham sido detidos, o governo tratou o assunto como se fosse de importância menor. Mais uma vez assistimos a uma demonstração de desumanidade do governo de extrema direita da Guatemala. (Nota do tradutor: recordemos que em 1978 os paramilitares a serviço dos EUA e da burguesia massacraram 256 indígenas.