Trezentos representantes dos trabalhadores das fabricas ocupadas do Brasil, do MST, do Centro de Direitos Humanos (CDH), representantes de trabalhadores de fábricas ameaçadas de fechamento ou demitidos, representantes de sindicatos, da CUT, do movimento popular, da juventude trabalhadora, com a participação fraterna de representantes de fábricas recuperadas na Venezuela, na Argentina, no Uruguai, na Bolívia, nos reunimos no auditório da Cipla, e discutimos democrática e livremente como organizar e mobilizar nossas forças para que nenhum posto mais de trabalho seja perdido e como conquistar a estatização das fábricas ocupadas. Joinville, 18 de dezembro de 2005.

Back in April the judicial authorities issued threats to imprison the workers and militants occupying the Cipla and Interfibra factories in Joinville, Brazil. Now at last the campaign we played a big role in promoting has at least achieved a partial victory. Serge Goulart wrote to us explaining the present state of play.