No dia 05 de julho, mais de 200 trabalhadores e jovens se inscreveram e ajudaram a instalar oficialmente o Tribunal Popular. Para a presidência do júri, foi nomeado o Dr. Luis Gustavo Raupp, advogado e presidente do Centro dos Direitos Humanos de Joinville, SC. Serge Goulart, coordenador do movimento das fábricas ocupadas (membro da comissão de fábrica que dirigia a Cipla) apresentou a acusação.