Os governos de centro-esquerda e os partidos tradicionais da classe trabalhadora estão em crise em todo o mundo. O reformismo esbarrou na realidade e não é capaz de oferecer nada aos trabalhadores e à juventude nestes tempos de austeridade. Daniel Morley examina a crise da socialdemocracia e aponta o caminho para líderes como Corbyn, que lutam para defender as conquistas do passado.

O estado de choque entre a direita do Partido Trabalhista ficou evidente nas faces dos que deixavam a Conferência do Partido no sábado. Os sonhos de uma vitória de Owen Smith, o candidato tido como “consenso”, esvaneceram criando uma sensação de confusão e desunião entre a direita do Partido Trabalhista. Embora muitos tenham aceitado a derrota de seu candidato, existia ainda a esperança de diminuir a margem de vitória de Corbyn, mas falharam miseravelmente, apesar de todos os esforços.