A ascensão do sistema feudal seguindo-se ao colapso de Roma foi acompanhada por um longo período de estagnação cultural em toda a Europa ao norte dos Pirineus. Com a exceção de duas invenções: a roda d’água e os moinhos de vento, não houve nenhuma outra invenção real por cerca de mais de mil anos. Mil anos depois da queda de Roma, as únicas estradas decentes na Europa eram estradas romanas. Em outras palavras, houve um total eclipse da cultura. Isto resultou do colapso das forças produtivas, das quais, em última instância, a cultura depende. É isto o que entendemos por linha descendente da história. E que ninguém imagine que isto não pode acontecer de novo.

Apesar de amplamente prevista, a esmagadora vitória de Bernie Sanders nas primárias de New Hampshire provocou ondas de choque. Depois de perder por pouco em Iowa (e é muito provável que o resultado tenha sido manipulado), Sanders venceu Clinton por uma margem de mais de 20 pontos na última terça-feira, 9 de fevereiro. Este resultado causou desconcerto entre os comentaristas. Isto era algo que supunham que não podia acontecer.