No último dia 16, milhões de argelinos tomaram as ruas na quarta sexta-feira consecutiva de protestos contra o regime de Abdelaziz Bouteflika. De acordo com estimativas iniciais, as manifestações foram ainda maiores que as do dia 8 de março, que abalaram o regime e tiveram número recorde de participantes. Há muito habituado a realizar todos os seus crimes impunemente, o regime agora é forçado a se dar conta de que as massas não vão desistir facilmente.

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado prenderam o sargento reformado da PM, Ronnie Lessa, e o ex-PM, Elcio Vieira de Queiroz (expulso da corporação) por envolvimento no assassinato de Marielle e do motorista Anderson.

Hoje, 6 de março, o juiz do Tribunal Superior de Multan concedeu fiança a Rawal Asad depois de ouvir o seu caso. Isso provou mais uma vez que as decisões dos tribunais inferiores eram ilegais e tendenciosas. Também revela com clareza que eles estavam sujeitos à influência externa.