Ao Presidente da Republica Bolivariana da Venezuela - Tenente Coronel Hugo Rafael Chávez Frías

PrintE-mail
Portuguese original version of translation of For the expropriation and nationalisation of the Sanitarios Maracay factory (December 20, 2006)

Ao Presidente da Republica Bolivariana da Venezuela - Tenente Coronel Hugo Rafael Chávez Frías

POR LA EXPROPIACION E ESTATIZACION DE LA FÁBRICA SANITARIOS MARACAY

Senhor Presidente, nós, delegados sindicais, representantes de fábricas tomadas, dos que lutam pela reforma agrária, dos que lutam em defesa dos direitos, da Argentina, Áustria, Bolívia, Espanha, Venezuela, Uruguai, Paraguai, México, Itália, Inglaterra e do Brasil, reunidos no Iº Encontro Pan-americano em defesa do Emprego, dos Direitos, da Reforma Agrária e do Parque Fabril realizado nos dias 8, 9 e 10 de dezembro, na Fabrica CIPLA, ocupada pelos trabalhadores, na cidade de Joinville, Estado de Santa Catarina, Brasil, enviamos ao Presidente Chávez uma calorosa saudação por sua vitória nas eleições de três de dezembro. Para nós a sua vitória expressa a vontade do povo Venezuelano para que a revolução e seu governo continuem aprofundando-se na direção do socialismo.

Nós que lutamos em defesa dos direitos dos trabalhadores, nós que somos contra as injustiças originadas na exploração do capital sobre o trabalho, somos solidários com as lutas dos trabalhadores em todo o mundo e nesse momento nos solidarizamos com a luta que o povo de vosso país trava contra o imperialismo, para que tenha suas reivindicações atendidas.

Venezuela tem dado o exemplo para toda a América Latina. Por isso nós dizemos: somos todos Venezuelanos, estamos com seu povo e com seus trabalhadores, sua luta é a nossa luta.

Senhor Presidente, soubemos que aí, na Republica Bolivariana, a fábrica Sanitários Maracay foi tomada pelos trabalhadores. E por que fizeram isso? Unicamente para defenderem seus direitos contra os ataques mais violentos desferidos pelo patrão que dentre outras coisas ameaçou com o fechamento da fábrica exigindo a quebra total do contrato coletivo de trabalho, com a assinatura individual entre patrão e empregado. Um claro atentado à organizaçao sindical.

Essa fábrica, que desde o dia 15 de novembro está ocupada e controlada pelos trabalhadores, aprovou em sua Assembléia que a sua tomada se insere no caminho da construção do socialismo defendido pela Revolução Bolivariana. Por isso apresentaram ao seu Governo a reivindicação de que a fábrica seja expropriada e estatizada, para que os trabalhadores tenham todos seus direitos garantidos e para que sua produção possa ser colocada a serviço dos programas de construções de vivendas e em especial para atender a demanda da PETROCASA/Pequiven.

Senhor Presidente, nós, trabalhadores e movimentos sociais, reunidos neste Encontro Pan-americano, nós, trabalhadores das indústrias, desempregados e lutadores pela reforma agrária, se estivéssemos na Venezuela, se pudéssemos votar aí votaríamos pelos 10 milhões. De longe, de nossos países, vibramos quando o CNE declarou a sua vitória nas eleições, essa vitória é a vitória dos povos explorados e oprimidos pelo capital.

Nesse momento, quando as forças da reação podem se lançar contra Revolução que se desenvolve na Venezuela, entendemos que a tomada da Fábrica Sanitários Maracay é um importante ponto de apoio para avançar na luta pela derrubada da propriedade privada dos meios de produção: primeiro passo para iniciar a tarefa da construção do socialismo e da planificação da economia sob controle dos trabalhadores.

Nós fazemos nossas as suas palavras proferidas no Encontro de Fábrica Recuperadas realizado em outubro de 2005 em Caracas onde afirmou: "Fábrica Cerrada es Fábrica Tomada".

Por tudo isso Senhor Presidente, declaramos nosso incondicional apoio à luta dos trabalhares de Sanitários Maracay. Ao mesmo tempo solicitamos-lhe que receba, o mais pronto possível, uma delegação dos trabalhadores da fábrica ocupada e que decrete imediatamente a sua expropriação e estatização para colocá-la a serviço dos trabalhadores e do povo venezuelano, sob controle operário.

COMANDANTE CHÁVEZ EXPROPRIE E ESTATIZE A FABRICA SANITÁRIOS MARACAY!

VIVA O SOCIALISMO!

Home » Other languages » Portuguese